Um filme de cada país: Irlanda


Em nome de Deus (originalmente, The Magdalene sisters) é um filme baseado em fatos reais de um caso pouco conhecido. A história se passa na Irlanda, em uma espécie de convento para onde eram mandadas as mulheres vistas como "promíscuas" na época. Lá, elas eram comandadas por freiras e trabalhavam como lavandeiras sem nenhum tipo de remuneração em uma condição semelhante à da escravidão. Algumas chegaram a sofrer abusos por padres e outras morreram em conta da falta de assistência médica, por doenças relativamente simples. A ideia era que lá elas fossem purificadas e redimidas por seus "pecados".

Fotos reais das "Magdalene Laundries"
O governo da Irlanda divulgou um relatório sobre tal vergonha nacional e de acordo com o documento, entre 1992 a 1996 mais de 10.000 mulheres foram mandadas para a Lavanderia Madalena por serem vistas como um fardo para suas famílias. No relatório consta que o Estado irlandês encaminhou para essas lavandeiras 2.124 mulheres, 26,5% do total. Além disso, cerca de 900 mulheres morreram nesses locais de trabalho forçado — a mais nova delas tinha 15 anos.

O longa é simplesmente fantástico e é ótimo para pensar sobre essas questões de gênero, o quanto foi conquistado e quais seriam as prospecções para o futuro. Caso ainda não tenha lhe convencido, o filme me ganhou com a seguinte declaração do diretor: "The Magdalene Sisters não é somente sobre a Igreja Católica e sobre como ela reprimiu jovens mulheres na Irlanda, é sobre todas as fés que pensam que têm o direito de pressionar mulheres".


2 comentários:

  1. Já disse que achei demais essa sua tag de um filme de cada país, né? Amei demais esse, não conhecia, e já entrou pra lista de filmes que preciso assistir. Amo a Irlanda mas não conhecia essa história, foda demais.
    Beijos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada Karine! Essa tag é um projeto pessoal bem antigo que tá andando só por causa do blog.
      Eu também amo a Irlanda, e a história também foi realmente uma surpresa para mim!

      Excluir

Fique à vontade para escrever o que pensa, adoro receber comentários! :)